Espaço Business do Vitória Moda 2015 gera R$ 14 milhões em negócios

Moda Catarina Sebrae SC no Vitoria Moda 2015 01

O maior evento de moda do Espírito Santo, que uniu o fashion e o business em Vitória, movimentou cerca de R$ 14 milhões

Realizado pelo Sistema Findes, Câmara do Vestuário e Sebrae-ES, o Vitória Moda, que adotou na edição 2015 o tema “Luz, Câmera, Inspiração!”, realizou 20 desfiles, com um público estimado em mais de 5 mil pessoas circulando pelo evento. Entre os dias 7 e 9 de julho, o Salão da Economia Criativa apresentou os produtos de 23 micro e pequenas empresas, atraindo a atenção do público para o Centro de Convenções de Vitória.

Mais de 500 compradores, vindos do Espírito Santo e de outros estados do Brasil, como Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, São Paulo, e Brasília visitaram o evento para conhecer o alto verão de 109 expositores, sendo 27 de outros estados, que expuseram suas peças no Centro de Convenções de Vitória. O volume de negócios gerado na etapa business do evento gira em torno de R$ 14 milhões.

O Vitória Moda também envolveu modelos, maquiadores, cabeleireiros e estilistas, que trabalharam no evento, que foi coberto por cerca de 100 jornalistas locais e nacionais.

O Vitória Moda foi lançado em 2008, com o objetivo de inserir o Espírito Santo no calendário da moda nacional. Diferentemente de outros eventos de moda que acontecem pelo Brasil, o Vitória Moda é voltado para a movimentação do circuito de negócios e a qualificação do setor de vestuário capixaba. Além disso, seu formato o coloca na vanguarda como evento lançador de alto verão.

Para 2016 a proposta é incluir a iconografia capixaba em um grande desfile, ideia que já teve seu primeiro preview no desfile da marca de moda masculina Konyk, que encerrou a programação de desfiles da edição 2015 apresentando sua coleção Verão 2016 que enaltece as referências capixaba.  A cenografia do desfile da Konyk  destacou o céu azul e rosa lembrando o manto da padroeira Nossa Senhora e da bandeira do Estado do Espírito Santo, assim como os beija-flores e as orquídeas. Já a trilha sonora foi de “Afro Congo Beat”, desenvolvida pelo músico, DJ e agitador cultural capixaba Fábio Carvalho. Ele encerrou o desfile, com “chave de ouro” cantando “Madalena do Jucu” (música conhecida na voz de Martinho da Vila), em show de Congo do seu Grupo Manguerê e Congo Mirim.